Institucional: Notícias | Portal SESI

Institucional

Notícias

SESI 70 anos: Investimentos em saúde e segurança reduzem absenteísmo

Editoral: SST

Investir em saúde e segurança no trabalho dá retorno aos negócios. É o que revela pesquisa inédita do Serviço Social da Indústria (SESI) com 500 médias e grandes empresas de segmentos como construção, metalurgia, vestuário, alimentos, bebidas, têxtil, vestuário, energia e de máquinas e equipamentos, dentre outros.



Na visão das empresas, os aspectos da área de saúde e segurança que mais prejudicam a produtividade dos trabalhadores são acidentes e estresse no trabalho seguidos de doenças crônicas não-transmissíveis, como problemas osteomusculares, pressão alta e diabetes.



No levantamento, concluído em fevereiro de 2016, 71,6% das indústrias afirmam dar alta atenção à saúde e segurança dos trabalhadores. Ações nestas áreas reduzem faltas ao trabalho, aumentam a produtividade no chão-de-fábrica e reduzem custos. A pesquisa mostra ainda que a alta importância dada ao tema está relacionada à preocupação com o bem-estar do trabalhador, à maior conscientização das empresas e à prevenção de acidentes de trabalho.



Na Bahia, a G&E Manutenção e Serviços Ltda., empresa de montagem e manutenção industrial, com atuação nas áreas de petróleo&gás, petroquímica, energia, siderurgia e celulose, é exemplo de investimento em SST. Os grupos envolvidos nos contratos de manutenção são divididos em equipes, as quais são avaliadas diariamente e recebem pontuação por acções de 5S, assiduidade, desvios encontrados na área de segurança no trabalho e produtividade. As equipes melhores ranqueadas são premiadas. Tatiana Mendes, coordenadora de SST da G&E, diz que houve redução do absenteísmo e aumento de produtividade na empresa. Graças ao trabalho de prevenção em SST, a G&E obteve a certificação OHSAS 18001 (Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional).



A importância dada pelas empresas ao tema se reflete na redução dos acidentes e doenças do trabalho no Brasil. Dados do Ministério do Trabalho e Previdência Social apontam que o número de acidentes de trabalho por grupo de 100 mil trabalhadores caiu mais de 17% entre 2007 e 2013. “Os acidentes e doenças trazem grande variedade de despesas, desde custos médicos e indenizações aos trabalhadores e famílias até perda de produtividade e desgaste da imagem das empresas”, destacou.

 

SERVIÇOS


Criado em 1º de julho de 1946, o Serviço Social da Indústria (SESI) completa 70 anos. Desde o início, contribui para tornar ambientes de trabalho mais seguros e saudáveis, por meio de ações de melhoria da saúde e segurança do trabalho e da promoção da saúde do trabalhador, além de oferecer educação básica e continuada de qualidade para milhões de empregados da indústria e seus dependentes nas 27 unidades da federação. Afinal, trabalhador saudável é sinônimo de indústria produtiva e competitiva.

 

O SESI oferece soluções em saúde e segurança no trabalho, promoção da saúde, educação de jovens e adultos e educação continuada. As soluções são adequadas a cada realidade empresarial. São serviços de consultoria que visam reduzir os custos das empresas, melhorar a saúde e o bem-estar de trabalhadores e aumentar a produtividade nas indústrias. Recentemente a instituição lançou o Programa SESI de Gestão do Absenteísmo em 15 estados.