Institucional: Notícias | Portal SESI

Institucional

Notícias

Seis equipes são classificadas para a etapa nacional do Torneio de Robótica FLL

Editoral:

Na festa de encerramento do Torneio de Robótica First Lego League (FLL), no sábado, 18.2, a coordenação do torneio regional anunciou uma novidade que fez vibrar os participantes: a ampliação do número de equipes classificadas para a etapa nacional, que passou de quatro para seis este ano. Com isso, seis equipes vão representar o Nordeste, entre os dias 17 a 19 de março, em Brasília.

Atabotica ficou em 2º lugar na categoria Champion's Awards Fotos Beto Júnior/Coperphoto/Sistema FIEB


A etapa regional, realizada no sábado, 18.2, pelo SESI Bahia, em Salvador, reuniu competidores de três estados do Nordeste, distribuídos em 23 equipes. Os Champion's Award desta quarta edição foram Tecmade (AL), que ficou em 1º lugar, Atabótica (AL), em 2º, e Dynasty (SESI BA), na 3ª colocação. Além dos três primeiros colocados, Tecnomaníacos (SESI Bahia), Robocoe (SE) e RoboCamb (AL) também vão representar o Nordeste em Brasília.

 

Dynasty ficou em 3º lugar na categoria Champion's Awards Fotos Beto Júnior/Coperphoto/Sistema FIEB

Além da categoria Champion’s Award, que classifica para o torneio nacional, o Torneio de Robótica FLL premiou os participantes em outras 11 categorias (veja lista no final do texto), valorizando itens como desempenho de robôs, programação, solução inovadora e processo de pesquisa.

O Torneio FLL é uma competição internacional da Lego Education e da organização First, realizada no Brasil pelo SESI. O objetivo da competição é estimular jovens a buscarem soluções para problemas do dia a dia, utilizando robôs construídos com Lego e programação digital. A ideia é também desenvolver o interesse pela tecnologia e ciência, estimulando o gosto pela pesquisa e inovação.

 

Alunos do SESI de Luís Eduardo Magalhães levam premiação

Midas da Escola SESI Luís Eduardo Magalhães: prmiada por melhor pesquisa

Entre os grupos do interior, a equipe Midas, da Escola SESI João Ubaldo Ribeiro, de Luís Eduardo Magalhães, que em 2016 recebeu um prêmio de equipe revelação, agora em 2017 voltou para casa com o prêmio de melhor Processo de Pesquisa da competição. A equipe criou um método para repelir formigas da ração de cães, a Formica Elyja, uma pastilha desenvolvida no laboratório de química da escola. Composta por hortelã, extrato de cravo, canela e sal, a pastilha repele as formigas sem mata-las e também pode ser ingerida pelos cães sem prejuízos à sua saúde.

Também do interior, a equipe da escola SESI de Vitória da Conquista estreou no FLL. Iane Mascarenhas, de 15 anos, foi uma das integrantes da Calangotrônicos. Empolgada por participar pela primeira vez da competição, Iane contou que sua equipe levou para o evento o projeto do Detan, um detector de animais para ser usado no trânsito da cidade e evitar atropelamentos.

O Torneio FLL é uma competição internacional da Lego Education e da organização First, realizada no Brasil pelo SESI. O objetivo da competição é estimular jovens a buscarem soluções para problemas do dia a dia, utilizando robôs construídos com Lego e programação digital. A ideia é também desenvolver o interesse pela tecnologia e ciência, estimulando o gosto pela pesquisa e inovação.
 

Veterano no torneio estreia como juiz
Levi Santana, competidor desde 2013 agora é juiz do FLL

Na equipe de juízes do FLL na Bahia, teve gente trocando de lugar no torneio. Desde 2013 participando do torneio como competidor, o jovem Levi Andrade Santana, de 18 anos, teve o prazer de estrear como juiz este ano. Aluno do EBEP, ele cursa eletrotécnica no SENAI e também faz faculdade de Engenharia de Produção, mas é na robótica que ele encontra uma paixão.

“Já fui competidor, mentor de equipe e agora sou juiz de arena. Pude ver o Torneio de Robótica FLL de várias faces e esta é uma oportunidade que poucos competidores têm”, reconhece.

Este ano, a organização do Torneio de Robótica na Bahia preparou algumas novidades, a exemplo de uma capa especial para os juízes. A ideia é que ao final da competição ela voltasse pra casa preenchida de assinaturas. Outras inovações foram a distribuição de figurinhas para completar o álbum do Torneio Regional Bahia 2017, uma lembrança para os competidores reunirem os selos de todas as equipes participantes.

E para completar, também foram distribuídos selos para colar nos crachás, reconhecendo os participantes que participaram de outras edições temáticas do FLL. A ideia agradou Perla Amorim, que representou o Departamento Nacional do SESI na abertura da competição. “Achei muito bacana estas inovações e foi a primeira vez que vi estas”, contou Perla, elogiando Fernando Didier, o organizador do FLL, pela iniciativa.


PREMIAÇÃO DO TORNEIO FLL 2017 – REGIONAL BAHIA

Equipes classificadas para o Torneio Nacional

1º – Tecmade (AL)
2º  - Atabótica (AL)
3º – Dynasty (SESI BA)
Tecnomaníacos (SESI Bahia)
Robocoe (SE)
RoboCamb (AL)

CLASSIFICAÇÃO POR CATEGORIA:
Champion's Award

1º lugar Tecmade
2º lugar - Atabótica
3º lugar - Dynasty

Campeão das Finais
 Robolife (SESI Ba)


Desempenho de Robô
Tecmade (AL)


Design Mecânico
Techcoe (SE)


Programação
Autobot (BA)


Estratégia e Inovação
Robolife (SESI BA)


Processo de Pesquisa
Midas (SESI BA)


Solução Inovadora
Allego (AL)


Apresentação da pesquisa
Invictus Lego Team (SESI BA)


Inspiração
Robocamb (AL)

 

Trabalho em equipe
Tecnomaníacos (SESI Ba)


Gracious Prefessionalism
Robocoe (SE)