Institucional: Notícias | Portal SESI

Institucional

Notícias

Salvador sedia nesta sexta e sábado maior evento de robótica da Bahia

Editoral:

O Torneio SESI de Robótica será realizado na Escola SESI Reitor Miguel Calmon, das 8 às 18 horas, o evento é gratuito e aberto ao público

O maior evento de robótica regional da Bahia será realizado em Salvador, nesta sexta e sábado, dias 23 e 24 de novembro, na Escola SESI Reitor Miguel Calmon, no bairro do Retiro. O Torneio SESI First® Lego® League (FLL) reúne competidores de cinco estados – Bahia, Alagoas, Sergipe, Espírito Santo e Rio de Janeiro –, totalizando 43 equipes, formadas por times de 2 a 10 integrantes de escolas públicas e particulares. O torneio é gratuito e aberto ao público.

Para quem pretende conferir o Torneio SESI de Robótica, foi montada uma programação especial para o público visitante, que pode conferir os projetos inovadores das equipes e assistir às disputas de robôs, mas também usufruir de uma programação especial montada com este objetivo. Além do Conexão Criativa – Oficina de Robótica, espaço em que os visitantes poderão experimentar a construção de um robô Rover Lego, um veículo de exploração espacial, os visitantes também podem participar da oficina de youtuber, aprendendo as principais técnicas para gravar vídeos e se destacar no You Tube.

A temporada 2018/2019 do Torneio SESI FLL tem como tema Into Orbit (Em Órbita) e desafia os competidores a desenvolverem soluções inspiradas no espaço e a programarem seus robôs para cumprir missões na mesa de provas. As equipes são premiadas pelos projetos de pesquisa

A expectativa é reunir em torno de mil participantes nesta 8ª edição do torneio regional, que é uma das seletivas para a etapa nacional, que acontece em 2019, em Brasília, de onde sairão as equipes que irão competir na etapa internacional.

 

TORNEIO SESI

O Serviço Social da Indústria (SESI) é o operador oficial da competição no Brasil desde 2006. Em cinco anos de operação, o SESI já realizou 55 torneios regionais em 12 estados e cinco torneios nacionais; envolveu aproximadamente 17 mil competidores de 1.445 escolas particulares e 360 escolas públicas; bem como classificou 60 equipes brasileiras que participaram de competições internacionais.

Promover o ensino de ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática (STEAM) por meio de torneios de robótica em um ambiente esportivo, desenvolver competências cognitivas e habilidades comportamentais para a vida, além de fortalecer a capacidade de inovação, criatividade e raciocínio lógico e contribuir para a elevação da proficiência dos alunos em matemática e ciências são alguns dos objetivos do evento.