Institucional: Notícias | Portal SESI

Institucional

Notícias

EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA - Jovens mostram como inovação, tecnologia e social estão conectados

Editoral: Educação

Bag to Rise é uma daquelas soluções que resultam de uma receita que tem tudo para dar certo e que começa por colocar os jovens para pensar soluções. Depois, é só dar suporte metodológico e um espaço para que eles jovens executem e defendam suas ideias.
 
Foi o que aconteceu quando a equipe formada por seis estudantes do Centro Juvenil de Ciência e Cultura Salvador (CJCC), colégio de ensino médio da rede estadual de ensino da capital, apresentou a Bag to Rise, durante o Desafio Cidades C.R.I.A.T.I.V.A.S – Agenda Bahia. A competição tecnológica ocorreu durante a etapa baiana da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR-BA), edição 2019, realizada pelo SESI, em agosto deste ano no estacionamento do Shopping da Bahia.
 
Avaliada por uma banca examinadora composta por profissionais de arquitetura, professores universitários e pesquisadores, a proposta foi a vencedora do Desafio. Na última quinta-feira, 3/10, conquistou lugar de destaque ao se apresentar na programação da 10ª. edição do Fórum Agenda Bahia 2019, evento realizado pelo Jornal Correio em parceria com SESI, SENAI, SENAI Cimatec e Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB).
 
Os estudantes precisavam aliar tecnologia e soluções para a sociedade. A equipe do CJCC teve então a ideia de desenvolver um plugin para os aplicativos de transportes e encurtar o caminho entre doadores e a população de rua. A solução criada possibilita que usuários desses aplicativos façam doações de roupas, alimentos e material de higiene, utilizando a rede dos aplicativos para fazer a entrega dos donativos a pessoas em situação de rua.
A ideia da equipe, formada pelos estudantes Leila Nascimento, Vitória Souza, Ana Clara Souza, Rafael Sacramento, João Matheus Souza e Ítalo Gabriel Santos foi distribuir uma mochila para moradores de rua cadastrados no projeto. Além de ajudar na identificação dos participantes da campanha, a mochila também pode ser utilizada para guardar mantimentos e também ser acoplada a um saco de dormir.
 
OLHANDO PARA O FUTURO
 
A Bag to Rise venceu o desafio, mas como criatividade é coisa pouca para jovens mentes turbinadas de ideias, o Desafio Cidades C.R.I.A.T.I.V.A.S – Agenda Bahia acabou se transformando num celeiro de ideias. Os estudantes da Escola SESI Candeias conquistaram o segundo lugar com um projeto de logística e orientação voltado para o descarte de óleo de cozinha: o Olhando para o Futuro.
 
Alunos do SESI Candeias propuseram solução tecnológica para descarte do óleo de cozinha
 
Em terceiro lugar, ficou classificada a Escola SESI Reitor Miguel Calmon, com o projeto Casarões 3D, que permite a reconstrução digital do edifício original, reconfigurando a cena arquitetônica de Salvador que sofre com o desaparecimento de seus imóveis seculares em razão de desabamentos.
 
 
Já a equipe do Instituto Federal de Educação da Bahia (IFBa) apostou na realidade aumentada focada no turismo, o Projeto Salvatour. Os estudantes da Escola Mestre Paulo dos Anjos, investiram na criação de um aplicativo de localização e serviços para o Bairro da Paz, onde a instituição está localizada e os jovens residem.
 
 
 
BALANÇO
 
O balanço da iniciativa foi positivo, na avaliação de Cléssia Lobo, gerente de Educação e Cultura do SESI Bahia. “Quando a equipe do Agenda Bahia convidou o SESI para participar deste relevante fórum que agrega ideias e estudos, percebemos a oportunidade de conectar pessoas para construção coletiva de possibilidades de melhorias para a cidade. Isso não poderia ocorrer sem incluir jovens estudantes que só precisam de oportunidades e desafios para também proporem soluções tecnológicas e inovadoras com vistas ao bem coletivo”, destacou.
Para Raquel Vita, curadora do Agenda Bahia, a experiência foi enriquecedora. “A FIEB sempre foi nosso parceira desde o começo da iniciativa. Este ano completamos 10 anos e a gente conseguiu criar um projeto que trouxe os estudantes para desenvolver soluções criativas, com uso de tecnologias e inovação, para a cidade de Salvador. Me trouxe muita alegria e surpresa o olhar social destes projetos. Era isso que tínhamos em mente nas discussões originais: misturar tecnologia acessível a todos com esse olhar no impacto social, positivo, para a cidade”, acrescentou.
 
 
DEPOIMENTOS
 
Se para os organizadores a experiência foi enriquecedora, para os estudantes, foi uma oportunidade de ir muito além. “Passei a ter uma outra visão da cidade e a ter uma visão de mundo diferente”, conta Keliane Santos, de 15 anos, uma das estudantes da Escola Mestre Paulo dos Anjos, que participou do Desafio Agenda Bahia. Ela conta que a experiência fez com que ela e seus colegas aprendessem programação e a melhor usar computadores.
A experiência também proporcionou a ela e seus colegas permanecerem mais tempo na escola. “Passamos a conviver com mais pessoas, fizemos divulgação do nosso projeto e tivemos aula de teatro par aprender a falar em público”, complementa a estudante. Para a turma vencedora do desafio, a principal lição aprendida foi: “pessoas precisam de pessoas”.
 
 
AGENDA BAHIA 2019
 
 
Com o tema [A.R] Evolução, a 10ª edição do Fórum Agenda Bahia foi realizado no SENAI Cimatec, em Salvador. O evento mostrou como as aplicações em Realidade Aumentada estão presentes no cotidiano e no setor produtivo.
Além da participação do SESI Bahia, na Arena da Vivência com o Desafio Fórum Agenda Bahia / OBR, o SENAI Bahia realizou a oficina Circuito de Experiências em tecnologias para Educação e para Indústria. A proposta foi convidar os participantes a viverem uma experiência de exploração em Realidade Virtual (RV) e Realidade Aumentada (RA), além de terem acesso às tecnologias da Indústria 4.0, a exemplo da Manufatura Aditiva e Robótica Colaborativa.
 
Confira fotos no Flickr