Institucional: Notícias | Portal SESI

Institucional

Notícias

Ação orienta operários sobre combate à propagação da Covid-19 no ambiente de trabalho

Editoral: SST

Uma ação conjunta entre o Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon) começou a levar, nesta terça-feira (14), orientações para os operários sobre como combater a propagação da Covid-19 no ambiente de trabalho.

 

Na campanha, os operários têm a temperatura aferida na entrada do canteiro de obras e recebem equipamentos de proteção individual, como capacete, botas e máscaras.

 

Em um canteiro no bairro da Pituba, outras medidas já foram tomadas. A equipe de 80 operários, entre diretos e indiretos, foi dividida em dois grupos, que trabalham em dias alternados. Os horários de entrada e saída também foram escalonados, para evitar a aglomeração dos trabalhadores.

 

A partir de quarta-feira (16), o uso de máscara vai ser obrigatório nos canteiros de obras, conforme medida anunciada pelo prefeito de Salvador, ACM Neto no início de abril.

 

Durante a ação, o Sesi promove blitzes para verificar se as medidas de seguranças são tomadas. O grupo vai fiscalizar cerca de 40 canteiros em toda a Bahia, 30 deles em Salvador e região metropolitana.

 

 

"Após o checklist, nós fazemos as orientações para que os empresários e encarregados das obras adotem as medidas de forma que atendam a todos os requisitos de segurança do trabalho", disse o superintendente do Sesi, Armando Neto.

 

Pela determinação da prefeitura, não é permitido obra em locais habitados, a não ser que seja emergencial, mas as obras que já estavam em andamento podem continuar (sendo públicas ou privadas) desde que respeitem as novas regras do uso de equipamentos de proteção contra a Covid-19.

 

Uma preocupação também do Sindicato da Construção Civil, já que, se um operário pegar a Covid-19, toda a equipe precisa ser isolada. Por isso, uma série de medidas precisam ser tomadas.

 

"Separar escalas de trabalho, esse canteiro [bairro da Pituba] está trabalhando com 50% do efetivo dele, mas outros canteiros estão trabalhando em dias alternados, em horários alternados. Houve uma mudança no nosso programa de saúde e segurança com inclusão de novos EPIs", contou o vice-presidente do Sinduscon, Alexandre Landim.

 

FONTE: https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2020/04/14/acao-orienta-operarios-sobre-combate-a-propagacao-da-covid-19-no-ambiente-de-trabalho.ghtml